Ah ... o amor (by Ricardo)

Pois é, cara ... as mulheres vivem em busca do amor.
Pelo menos é o que elas dizem...
- Tudo que eu quero é encontrar um homem que me ame de verdade !
Quantas vezes já escutei isso ? Antes e depois. Aliás, uma vez até durante, da Alexandra, aquela gracinha de tagarela ... não parava de falar nunca.
O grande problema é justamente esse conceito de “amar de verdade”.
Eu, por exemplo, sempre amei a Alexandra. Fui eu quem, inclusive, apresentou o Fernando para ela, por amor.
- Vou te apresentar o Fernando, meu melhor amigo – prometi, numa noite em que ela estava muito deprimida porque não queria chegar aos 32 anos sem estar, no mínimo, noiva.
- Pensei que teu melhor amigo era o Lú !!
- Melhor amigo para casar, Alê ... O Lú é meu melhor amigo para depois que você estiver casada.
Casou com o Fernando. Não sei se já andou experimentando o Lú também.
Fernando era uma raridade. Só conseguia amar uma mulher por vez.
Raridade porque a maioria dos homens não é assim.
As mulheres nos acusam de falta de romantismo. Que injustiça. Pelo menos no meu caso. Sou um eterno romântico.
Meu ponto é o seguinte: eu amo muito e intensamente. Sou apaixonado pelo sexo oposto.
- Se você me amasse de verdade, não saia com a Claudinha ... – Alexandra fazia drama sempre que ficava sabendo que eu tinha dado um rolê com a Claudia. Bem, não podia reclamar demais, porque eu já saia com a Claudia antes de conhecer a Alê.
- Uma coisa não tem nada a ver com a outra, minha paixão .... eu amo você ...de verdade .. mas não preciso deixar de amar a Claudinha por isso ... ou preciso ?
- Ah... – fazendo biquinho – Quem ama mesmo quer exclusividade !
- Isso é outra coisa, Alê ... Que você não queira me dividir com ninguém eu até entendo... Nem o secador de cabelos você gosta de emprestar ... Mas daí até querer que eu só ame você e mais ninguém ? Para que isso ? Aliás, como é que eu vou fazer isso ?
- Ora, EU amo você e mais ninguém ! Nenhum outro homem me interessa. E mesmo que seja um cara interessante, não rola nada. Já você ... diz que me ama mas sai com a Claudia, com a Drica... e não duvido que não tire umas casquinhas com a Renatinha também...
- Pelamordedeus, Alê ... a Renatinha é território do Luiz ... todo respeito é pouco ...
- Como assim !!! Você é muito engraçado ... a Renata é mulher do Alberto ! O Luiz só come ela de vez em quando, o que eu acho um absurdo.
- É mulher do Alberto, mas gosta mesmo é do Lú...
Pois é, a Alexandra ainda tem muito para aprender. Já a Renata, desistiu de lutar contra a natureza masculina e resolveu aproveitar o que ela tem de melhor.
Encontrou um bom marido e aceitou o amor do Luiz, do jeito que ele sabe amar.
Quantas mulheres já não jogaram fora um amor absolutamente verdadeiro, sincero e dedicado de um homem na busca da tal “exclusividade”. Já que não podem ser “a única”, então preferem não ser nada.
Que judiação... Eu mesmo já sofri muito com isso... Uma após a outra... Quantos amores já não perdi ... Casaram-se com outros... E, o que é pior, me renegaram depois disso.
Tudo bem casar com outro... Afinal, eu não quero mesmo me casar. Mas deixar de sair comigo só por causa disso ? Que punhalada.
As mulheres são muito cruéis no amor.

14 comentários:

  1. Este espaço diz-se masculino... Hmmm... Estou até com medo de deixar meus dedos teclar... Já vivi muito, já passei por tantas fazes... Entendo, EM PARTE, a Renatinha, mas Ricardo, pô... cruel no amor, nós mulheres??? Isso me lembra de uma pergunta de um tal de Flávio lá do Arguta Café sobre "afinal, o que é amor?"
    Volto...
    Beijos pensantes

    ResponderExcluir
  2. Ricardo, o grande (ou seria a Alexandra, a grande?): você só se interessa por mulheres casadas?
    E as descasadas?

    ResponderExcluir
  3. Ricardo,

    Veja o lado positivo, como elas se casaram, você teve que procurar por outras...

    Assim pode renovar o amor a cada dia e amar várias em diferentes momentos da vida, sem passar pelo desgaste de não amá-las mais...

    Viu só como as mulheres são boazinhas?

    ResponderExcluir
  4. ...ei?! vim aqui procurar a idéia que a Raquel te despertou
    (Ricardo, pode passar esse recado ao Flavio?)

    ResponderExcluir
  5. ah, que bonitinho... Ricardo é do tipo coração de mãe...
    Quero saber qual deles nessa turma é aquele que gosta de exclusividade!

    ResponderExcluir
  6. he leìdo mucho de tu vestiario ,me parecen puntos importantes a reflexionar, regresarè.

    Gracias por visitarme

    besos

    ResponderExcluir
  7. Se todos fossem no mundo iguais a vc!?!!!!!! Adorei conhecer seu pedaço!!!
    Que 2009 traga à vc e sua Família, muita Saúde, Amor, Felicidade e Prosperidade. É o que desejo de coração você!
    Espero muito mais contato esse ano!
    FELIZ 2009!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. O amor de uma mulher vai além dos seus hormônios...
    De algumas, pelo menos..E de alguns homens.
    (mas viva o nosso diabo interior).
    um café,
    de uma Carla confusa.

    ResponderExcluir
  9. Cruéis no amor...
    Vou pensar sobre a minha crueldade.

    ResponderExcluir
  10. Prefiro a morte a entrar aqui!19 de janeiro de 2009 02:42

    ah... sei... clube dos bolinhas...

    :)

    ResponderExcluir
  11. Prefiro a morte a entrar aqui!24 de janeiro de 2009 07:50

    flávio,
    faz parte.
    mulher é pura emoção.
    homem tezão.

    bom sábado:)

    ResponderExcluir
  12. Meninas, meninas ... não sou eu quem está falando ... é o Ricardo !!!
    Um romântico incurável.

    ResponderExcluir
  13. Olá, obrigada pela visita ao blog. Vou te linkar, Ferrari. Adoro blogs com visão masculinas... É bom saber o ponto de vista do lado oposto.

    Quanto ao post, os homens são mais desporvidos de apego sentimental. Querem mesmo aproveitar a vida... Já nós, mulheres, somos burras porque realmente estamos sempre buscando uma pureza que não existe.

    Sempre me lembro uma frase do filme Closer em que a mocinha (que não me recordo o nome) diz: "Você não sabe o que é amor porque não entende o que é compromisso".

    ResponderExcluir
  14. Que tal ... você não sabe o que é compromisso porque não entende o que é amor ?

    ResponderExcluir